A culpa não é deles.

21 de outubro de 2009

Texto para PostIt
Tema: "Um olhar atualizado"


Em alguns aspectos, viver nos anos 90 podia ser melhor do que viver hoje em dia. Com excessão da tecnologia abundante dos últimos tempos e as inúmeras facilidades por ela geradas, podemos afirmar que era muito mais gostoso viver naquela época.

Não vou falar das demais décadas, pois nelas não vivi para saber como era. Ouço histórias e mais histórias contadas pelos meus pais, avós e tios, e cheguei a conclusão de que com o passar dos anos, a vida das pessoas vêm decaindo.
Hoje em dia, não vemos mais crianças ansiosas para ir à casa dos seus avós. Elas não colecionam mais tazos, nem figurinhas; não ficam horas e mais horas brincando na rua; não ouvem boa música e não assistem boas coisas na televisão. Elas não brincam. O que será de uma criança que não brinca?
Quanto aos jovens, a grande maioria se deixa levar pela mídia. Tudo gira em torno do computador e da televisão. Não vêem graça em viajar, sair para conversar, nada disso. É quase impossível ver algum que tire fotos para guardar em porta retratos. Tudo o que se faz hoje em dia é para se divulgar na internet, que apesar de ajudar-nos, pode nos prejudicar também. Definitivamente não precisamos seguir nenhum padrão, mas parece que eles não percebem isso.
Com o passar do tempo, se a vida dos jovens de hoje - adultos de amanhã - não mudar, creio que eles não saberão qual é a graça de viver. Não, não falo de suicidar-se, não é isso... Até porque, eles já estão se suicidando aos poucos.
Uma pessoa que não aproveita a vida como deve ser aproveitada, não vive.

Manie
Estudante de jornalismo, escritora por amor e professora nas horas vagas. Tenho 22 anos, moro em Floripa com meu companheiro e tento ver graça nas coisas simples do dia-a-dia.

Você poderá gostar também:

4 comentário (s)