Direto da França

4 de fevereiro de 2012


 Mamãe brasileira com a filhinha brasileira
Mamãe francesa com a filhinha francesa

Ela é a Jenny. Nunca senti seu perfume, nunca fiz cafuné, nunca abracei, nunca olhei nos olhos, nunca pulei e dancei junto, nunca liguei pro seu telefone, nunca nunca nunca... mas sempre soube como está, sempre estive ao seu lado e vice-versa, sempre dancei e pulei junto na webcam, sempre abracei a tela do computador, sempre disse que a amo, sempre sonhei em vê-la um dia, sempre sempre sempre... E são quatro anos assim: uma vendo a outra crescer, mas separadas por quilômetros de distância que um dia se transformarão em centímetros... Sim, um dia!


Manie
estudante de jornalismo, escritora por amor e professora nas horas vagas. 22 anos, moro em Floripa com meu companheiro e tomo cerca de 5 doses de café diárias. amo cheiro de livro velho e sou gamada numa biblioteca. adoro vinho barato, noites frias - dessas que sai fumacinha da boca. sou rolezera, mas também gosto de ficar em casa de buenas fazendo sopa.

talvez você também goste:

3 comentário (s)