O Diário de Bridget Jones

10 de agosto de 2013


Como eu já tinha comentado com vocês nesse post, foi num sebo que eu achei O Diário de Bridget Jones, da escritora Helen Fielding. Já sabia mais ou menos do que se tratava o livro e achei o design da capa demais. Comprei. Li. Amei.

Esse é o tipo de livro que a gente lê para se distrair e rir bastante, pois tem uma linguagem hiper simples e momentos muito engraçados pra animar nossos dias, como um filme de comédia muito bom. 

Fiquei um pouco chateada quando o livro acabou pelo simples fato de ele ter acabado. Poxa, eu tava tão íntima da Bridget :(


Bridget é uma mulher de 30 e poucos anos que é bulinada pela família por ainda não ter arranjado um marido. Resolvida a mudar de vida com o ano novo (quem nunca?), ela cria um diário onde divide com a gente suas aventuras amorosas divertidíssimas, suas inseguranças, seus momentos de gordice (me identifiquei demais), suas noites de porre com os amigos, as loucuras das pessoas que convivem com ela e tudo isso de um jeito hilário. 

Comecei a assistir ao filme pela internet, essa semana, mas tive que parar para fazer alguma coisa que eu não me lembro. O pouco que eu assisti eu já chorei de rir e deixo aqui a melhor parte até agora. All By Myself retrata perfeitamente a vida de Bridget e vê-la cantando/dramatizando essa música me deixou sem ar de tanto rir. 


Sem dúvidas, O Diário de Bridget Jones já é um dos meus livros favoritos. Eu não gostaria de ter a vida da Bridget, mas eu adoraria ser amiga dela (acho que foi justamente essa a intenção da Helen Fielding ao criar a personagem). 

Agora minha próxima aventura literária vai ser achar O Diário de Bridget Jones: No Limite da Razão, que é o segundo livro da série. 


Alguém já leu algum dos livros/viu os filmes? O que acharam?


Meu perfil no SKOOB


Para finalizar o post de hoje, deixo três fotos fofíssimas do Bob, meu galã particular.





Eu tava pensando em fazer o vídeo da tag 25 fatos sobre mim. O que vocês acham?

Manie
estudante de jornalismo, escritora por amor e professora nas horas vagas. 22 anos, moro em Floripa com meu companheiro e tomo cerca de 5 doses de café diárias. amo cheiro de livro velho e sou gamada numa biblioteca. adoro vinho barato, noites frias - dessas que sai fumacinha da boca. sou rolezera, mas também gosto de ficar em casa de buenas fazendo sopa.

talvez você também goste:

22 comentário (s)