Insanatório

12/09/2013

“Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura.” 
(Friedrich Nietzsche)


A única conclusão que cheguei após ler esse livro foi: nunca escreverei uma resenha que descreva exatamente o que essa história me causou.

Sabe aquele livro que a gente pede emprestado e quase pede pro dono vendê-lo pra gente? Deu uma super vontade de ter essa história pra sempre na minha estante, mas já que tive que devolvê-la, guardei ela no coração mesmo.

Melissa Parker é uma psiquiatra recém formada que consegue um emprego em uma clínica para psicopatas, o St. Marcus Institute. Lugar sombrio e sem vida, o seu novo ambiente de trabalho vai instigando a doutora dia após dia, especialmente após conhecer um famoso e temido paciente, Corey Sanders, cujos olhos azuis faiscantes invadiram a mais profunda sanidade de sua alma. 


Eu poderia mencionar mais uma tonelada de fatos sobre a obra pra complementar essa resenha, mas prefiro que vocês mesmos leiam. Uma mistura de amor, desespero, confusão, loucura, ansiedade e cenas um tanto, digamos, eróticas, dominam as páginas de Insanatório. 

A autora escreve de um jeito tão legal, gente... A história é longa, mas tem motivos pra ser longa, sabe? É cheia de acontecimentos incríveis e detalhes bem escritos. Eu, sinceramente, ficava sem palavras quando virava cada folha. 

Teve um momento em que a leitura atingiu uma ansiedade tão grande que eu lia loucamente. Uma das cenas mais proibidinhas foi lida no ônibus e só depois que eu terminei e me virei pra puxar a cordinha e descer, notei que havia uma senhorinha atrás de mim com uma visão panorâmica das páginas do livro. Nunca saí tão rápido de um ônibus, com as bochechas tão vermelhas. 

Aliás, essa história é uma fanfic que virou livro. Foi escrita pela Andie Prado e eu fiquei impressionada quando a Lays - que me emprestou o livro - me disse que a autora escreveu ele com menos de vinte anos. Eu quase caí da cadeira, me engasguei com o toddynho, corri em círculos... Cara, ela escreve bem demais e a sua pouca idade me surpreendeu muito.


Quando terminei de ler fiquei sem palavras. Agora pretendo ler a continuação - Lobotomia - que está sendo postada pela Andie na internet.

E aí, vai ler?

Meu perfil no SKOOB

Manie
Estudante de jornalismo, escritora por amor e professora nas horas vagas. Tenho 22 anos, moro em Floripa com meu companheiro e tento ver graça nas coisas simples do dia-a-dia.

Você poderá gostar também:

10 comentário (s)