Sobre o medo da superficialidade

26/10/2013


Antigamente, quando a nossa vó queria ganhar dinheiro "fácil", ela fazia umas coxinhas marotas e ia vender na feira. Hoje em dia, essa coisa de dinheiro fácil se voltou a um assunto: ter um blog.

Há algumas semanas eu pensava bem diferente de como eu penso hoje. Eu ficava histérica quando me faltava a criatividade nossa de cada dia. Um dia sem postar era como um dia sem tomar banho: inaceitável.

A nova onda blogueira, onde tudo é fofinho, faz com que a gente se inspire muito - e como! -, mas também pode ser um precipício sem fim. Vamos tomar cuidado com a superficialidade e com a ostentação, galerinha. Eu quase caí nessa, mas com muito auxílio consegui voltar à minha consciência. [Depoimento de Páginas da Vida off].

Se você tá começando agora a blogar, guarde alguns conselhos no fundo do seu coração: 



DICA 1

- Cuide do seu blog com carinho, sem querer transformá-lo num anúncio virtual ambulante. Se quiser fazer parcerias, entre em contato com editoras/lojas que realmente tenham a sua cara e, consequentemente, a carinha do seu blog. Se você não fala sobre livros e odeia ler, pra quê fazer parceria com editora? Um banner sem sentido na sua página lateral não vai credibilizar seu blog.


DICA 2

- Se você escrever uma resenha, se preocupe mais com a história que vai contar do que com as fotos com fundo desfocado que pretende postar.


DICA 3

- Dê realmente a sua opinião sobre o filme que viu, a série que acompanhou ou o livro que leu. Não adianta copiar apenas as sinopses pra ter um post do dia, porque, como eu li em um blog, existe o Google pra isso. Debata sobre os temas, deixe sua marquinha, conte pra gente como aquilo te inspirou e como você gostaria que inspirasse a gente também.


DICA 4

- Não fique correndo desesperado pela casa se você não tiver inspiração para postar todos os dias. Lembre-se que os blogueiros famosos possuem uma equipe de colaboradores bem extensa pra ajudá-los com as postagens enquanto eles vão para eventos, fazem intercâmbio ou viajam. E, pensa bem: várias cabeças pensam bem mais do que uma só.


DICA 5

- Jamais chegue em um blog apenas com a intenção de divulgar o seu. Quando ler um post e quiser comentar, evite apelar pra que visitem sua página. As pessoas vão ficar com medo de você. Deixe o link do seu blog no final dos comentários e pronto: se alguém quiser visitar, vai se direcionar ao link.


DICA 6

- Pelo amor da Nossa Senhora de Todos os Blogs, minha gente: nada de segue que eu sigo de volta, nem retribuo seguidores, nem curto a fan page de volta. Como você pode afirmar que vai curtir algo que nem conhece? Isso não é o mesmo que responder o bom dia que o tio da padaria te dá. Isso é ostentação por números, que muito provavelmente está relacionada à uma vontade muito grande de descumprir todos os conselhos acima e mergulhar na ilusão de ficar rico com o blog.


DICA 7

- Números podem te ajudar a formar parcerias, mas nunca vão suprir os pedacinhos dos seus corações (essa vai pro próximo livro do John Green, heim, palmas). Eu tenho o Pe-dri-nha desde 2009 e cerca de 250 seguidores pelo Google Friend Connect, sendo que metade dessas pessoas nunca mais voltaram aqui. Será que é bacana mesmo ter fantasmas ali na caixinha de seguidores ao invés de pessoas que te visitam, se importam com o que você posta, mesmo que seja uma vez por mês?


DICA 8

- Não peça pra família toda curtir sua fan page no Facebook, se você tiver uma. Eu tenho 83 seguidores e os únicos que eu sugeri que curtissem foram amigos que eu sei que gostam do Pe-dri-nha. E uma vez, postei no meu perfil pessoal falando pras pessoas que gostam do blog curtirem a página. Nada mais.


DICA 9

- Lembre-se que muitos blogs famosos começaram sem ambição, como um espaço para desabafos ou interesses realmente pessoais. Não é necessário fazer do seu blog uma sessão de terapia, mas você pode criar posts que realmente ache interessante, que sejam diferentes e inspiradores... Que partam de dentro para fora, principalmente.


Eu quis criar um post com esse tema pra alertar todo mundo sobre a questão da superficialidade. Eu morro de medo de cair nessa sem querer, se é que não caí em algum momento nesses 4 anos de blog. Não sou nenhuma deusa dos blogs, nem dona da razão, mas essas são questões importantes não só pra quem tá começando a postar, mas também para quem já tem um cantinho virtual há um certo tempo.

A maioria dos blogs hoje em dia estão "tudo igual" e a única maneira de fugir dessa superficialidade toda é deixar os nossos blogs com a nossa cara e fazer tudo com muito amor e carinho, sem desejar nada em troca.

Manie
Estudante de jornalismo, escritora por amor e professora nas horas vagas. Tenho 22 anos, moro em Floripa com meu companheiro e tento ver graça nas coisas simples do dia-a-dia.

Você poderá gostar também:

36 comentário (s)