Uma gota de lembranças

15/12/2013


"Deixe-me ficar com esta lembrança... por favor, só essa."
(Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças)


- Serviços de atendimento ao cliente, bom dia!

- Ai moça, me dá um abraço.

- Perdão?

- É que tem horas que eu sinto que meu coração vai explodir... E eu sinto falta de um abraço.

- Se acalme, senhora...

- Na verdade, o seu abraço talvez não adiantaria muito. Eu gostaria muito de abraçar ele.

- Ele quem?

- Ai moça, não pergunta nada não... Eu só queria desabafar um pouquinho.

Silêncio.

- Obrigada... - eu disse, prosseguindo - Sabe... Talvez todo mundo esteja pensando que tá sendo fácil pra mim, mas essa vem sendo uma das coisas mais difíceis que eu já passei na vida... E olha que eu já sofri várias perdas, viu? E nem venha dizer que é drama de novela do SBT, porque eu não estou exagerando. - respirei e continuei - Não sei o que há com essas pessoas que terminam o namoro e saem postando foto de "tô indo pra balada, superei!" no Facebook. Isso é desagradável, você concorda? Não precisa responder. Eu fico imaginando como deve ter sido o relacionamento dessas pessoas pra elas, de repente, pegarem meia dúzia de estranhos numa só noite. Ou falar que pegaram, com hashtags e afins. 

Peguei uma pipoca do balde e continuei falando.

- Eu não sei ser assim e nunca quis. As lembranças que eu tenho aqui dentro, independentemente do final de tudo, não vão virar piada não. E ái... - veio uma fisgada no coração - São tantas lembranças. E eu sinto falta de cada uma delas. Malditas lágrimas... Peraí, moça, vou pegar um lencinho.

- Voltei... Onde parei? Ah, sim... Como eu disse, todos os dias antes de dormir várias lembranças e sensações me tomam a mente e não saem de jeito nenhum. Dançam de um jeito tão danado aqui dentro do peito que chegam a doer, saindo em forma de lágrimas. Eu olho prum lado, vejo um presente que ganhei dele. Olho pro outro, lembro do perfume que ele usava... Um dos milhares de perfumes. Esses dias mesmo passou uma pessoa que eu nem vi o rosto na rua, usando o primeiro perfume dele que eu tenho na lembrança. O perfume de quando ele me beijou pela primeira vez. Mas que desgraçada essa pessoa que passou perto de mim. Por que fez isso? Por que me trouxe tantas lembranças através de um simples gesto olfativo?

- E sabe... - continuei - Até as músicas, moça. As músicas! Qualquer pagodinho meloso que eu ouço eu lembro dele. Desde sertanejo até as músicas que eu realmente gosto e que ouvíamos juntos. Nem a minha banda favorita eu tenho conseguido ouvir normalmente... Eu só queria abraçar ele, moça. Só isso. Sentir que a gente sente muita coisa um pelo outro e que nenhuma palavra ruim que dissemos quebrou isso. E mesmo que a gente nunca mais se veja, queria ao menos abraçá-lo. Olhar pra ele. Sentir ele perto de mim. Porque, droga, eu sinto falta. Eu sinto falta de acordar ele com cosquinhas, de receber um cafuné e de desejar 'feliz dia 17' em todo dia 17 de todo mês. Eu sinto falta de entrelaçar minhas mãos nas mãos dele e sentir a aliança que ele me deu ficar presa entre nossos dedos. Foi o anel mais lindo que eu ganhei. É o anel mais lindo que eu tenho, mesmo que ele fique guardado no meu baúzinho. É simples, é cheio de significado, é cheio de memórias, é mutante, é lindo... É lindo.

- Ai, moça, você deve estar cansada de me ouvir falar tanto. Fazia tempo que eu não falava tanto assim. É que por mais que pessoas legais e especiais tentem nos acalmar com palavras, fica vago lá no fundo. A gente acaba precisando falar tudo o que conseguir. É muito sentimento pra traduzir em palavras. É muito sentimento. Muito. Sentimento.

- Mas o que fazer? Ele me disse que não quer mais me ver. Eu respeitei. Mas esse respeito tá apertando aqui dentro. Eu queria aparecer na casa dele de repente, só pra ver ele uma vezinha, nem que eu fique pulando pra ver ele pela janela do outro lado do muro - já que eu tenho apenas 1,56m. Queria ligar pra alguém que passasse o telefone pra ele só pra dizer que ele é lindo. Dizer que ele é demais. Dizer que eu amo ele, ainda que imperfeitamente. Talvez ele queira me esquecer. E esquecer tudo o que a gente viveu. E eu não tenho o direito de contrariar isso.

- Eu só espero que essas lembranças todas que me abraçam todos os dias comecem a me trazer paz. Eu quero que elas representem memórias boas, pra eu lembrar sorrindo. Não quero mais chorar. São lembranças lindas que não vão se apagar. Nem que eu me submeta a um processo estilo Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças. Não vão se apagar. E eu não quero que se apaguem...

- Moça? - uma pausa - Poxa... Me deixou falando sozinha.

Você poderá gostar também:

24 comentário (s)

  1. hahahaha ai gente muito amor isso... A saudade é uma filha de uma mãe mesmo, nos faz sentir falta, nos faz ver o rosto de tal pessoa, nos faz querer morrer, mas mais do que nunca nos faz renascer em alguém...
    Beijo, adorei, nathy | http://meumundoeaassim.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a saudade é uma palavra dolorosa... obrigada pela visita, Nathy :D

      Excluir
  2. Esse foi um dos textos sobre fim de relacionamento mais bem escritos e intensos que eu já li. É incrível como até nesse momento, em que a gente está desolado e moído, insistimos em nos fingir de felizes e escolhemos sensatamente com quem desabafar de verdade, os outros têm que achar que estamos bem. Sempre acho engraçada essa relação mundana contra a vulnerabilidade, como se demonstrar-se chateado com algo fosse realmente o fim do mundo. Nem é. Gostei muito do texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mayra!
      nossa, ler isso de você, que escrever INEXPLICAVELMENTE bem, é muito emocionante ç-ç
      eu venho tentando mostrar cada dia um pouquinho mais de como eu realmente estou... como eu posto fotos/receitas/resenhas por aqui, muita gente acha que eu tô ótima, mas na verdade minha vida não tá lá essas coisas hahahah obrigada pelas palavras!

      Excluir
  3. Mas que isso, gente?! A Manie escreve bem pra kct O.O!
    Uau, ai nem me fale nessa coisa chamada saudade. Adorei tanto o texto...E é realmente é como me disseram, a gente lê os textos certos, nos momentos certos hahah xD!
    Bjuss, moça

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahah ♥
      fazia muito tempo que eu não voltava a escrever, mas ultimamente venho tendo inspiração hihihi
      que bom que você gostou!

      obrigada pelo comentário, Grazi! beijo

      Excluir
  4. Sentir falta...
    Lindo texto :3

    isabelefarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Me diz que esse texto é fictício, por favor! :/
    Como diz uma música do Alceu Valença, "a solidão é fera, a solidão devora, é amiga das horas, prima-irmã do tempo que faz nosso relógios caminharem lentos, causando um descompasso no meu coração..." :c
    Bjo, Sel ;* | Jovens Gordinhas ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não é fictício, Sel :/
      mas escrever ajuda, pode ter certeza

      que trecho bonito :')

      beijinho

      Excluir
  6. jkhakjhskjhakshkahs. Não sei se estou sendo maligno, mas achei o final um tanto cômico. Ótimo texto. Acho que o desabafo é realmente uma ótima saída, aquela que pelos menos não irá machucar mais.

    ACESSO PERMITIDO: Devo confessar.
    http://acessopermitidoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha ah, isso não deixa de ser um elogio ^-^ que bom que gostou!

      Excluir
  7. A primeira frase desse vídeo dói tanto! :(
    Que texto lindo, Manie! Escreva mais, que faz bem. Poucas coisas no mundo doem mais do que um coração partido. Essa vontade de desabafar e de falar e de ser abraçada e de por algum instante ter a certeza de que tudo vai ficar bem...
    E vai ficar. Sei que parece difícil de acreditar nisso, mas uma hora vai ficar sim :)
    Por falar nisso, voce já viu esse texto? http://www.goodreads.com/quotes/228647-have-you-ever-been-in-love-horrible-isn-t-it-it acho ele tão verdade :P

    beijos beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. dói muito mesmo, Manu... esse filme todo, na verdade, dói
      quando eu assisti, não senti quase nada, achei extremamente cansativo, mas hoje, vendo algumas cenas, percebo que é um filme maravilhoso, mesmo triste

      obrigada pelo comentário, de verdade ♥
      beijinho

      Excluir
  8. Voc é como eu criou o blog pra fazê-lo de diario virtual e transforma seus sentimentos em palavras, acho q essa é uma ótima maneira de desabar, tlvz a melhor, pois como no texto alguem pode acabar é deixando a gente falando sozinha! Sei como a saudade doi, mas Manie, o tempo cura td viu, acredita nisso !

    N estou seguindo aq ainda pq o gadget do friends conect esta com falha :/ Mas ja curti a page no face e vou continuar visitando aq e qndo ele voltar a funcionar ja vou te seguir ! Vem conhecer meu blog tb? http://vivendoforadeserie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu venho escrevendo mais ultimamente e isso vem me ajudando muito ^-^
      obrigada pelo comentário! beijos

      Excluir
  9. No começo eu achei muito engraçado, Manie! Mas depois uma melancolia me invadi o... Achei lindo o texto e realmente certas coisas nos faz vê que muita coisa na vida não tem sentido. Como no caso dessa menina. Me identifiquei muito com ela. Poxa, amei seu texto.
    Beijinhos <3
    http://www.momentosassim.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai que bonitinho seu comentário, Ellen hihi
      que bom que gostou! beijinho

      Excluir
  10. Oi, Manie! Tudo bem? Fazia um tempo que eu não vinha aqui e peço desculpas :/ Vim aqui te avisar que o meu prêmio chegouuuu! Fiquei muito muito feliz, principalmente com a cartinha <3 Achei tudo lindo. E ah, eu voltei com o blog, você viu? Agora nas férias tá tudo mais tranquilo!
    Ó, quanto ao texto, achei lindo demais, mas vi aqui nos comentários que não é fictício :( Não sou boa com conselhos, mas saiba que desejo muito que fique tudo bem e que tem meu total apoio quanto a desabafar. Principalmente em forma de textos aqui no seu blog, porque são incríveis!
    Um beijo e obrigada mais uma vez pelos presentinhos <3
    http://500daysofsam.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oii, Sammm! que bom que chegou tudo inteirinho aí *-*
      e obrigada pelo comentário... recebi como um abraço.
      beijos!

      Excluir
  11. Meuw Deuzuuh, que texto excepcional *------* ~muito perfeito~
    Concordo com o Elcimar sobre o final... É um tanto quanto cômico... hahahaha ~muito legal~
    Beijo :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nhaaa, obrigada, Nathy ^-^
      volte sempre que quiser! beijinho

      Excluir
  12. amo <3

    xx

    cabecanasnuvensz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir