Une fraise, s'il vous plaît

27 de março de 2014

eu correndo feliz no frio

Pra quem não sabe, eu estava aprendendo francês no site Livemocha, que é um portal de cursos de idiomas gratuito no qual tem desde chinês até alemão. Como eu sou apaixonada (grife o apaixonada) pelo idioma francês e por todos os seus 'érres' puxados e maravilhosos, me inscrevi no ano passado e fiz algumas lições. Separei até um caderninho (que eu customizei aqui) e reservei toda manhã de terça-feira pra concluir uma atividade.

Só que, por conta da minha rotina meio movimentada, acabei deixando o curso de lado, mas continuo amando o idioma. Na minha lista de 'coisas para fazer antes dos 30', está escrito: aprender francês.

Notei que, até o nível que eu me encontrava, o Livemocha me ensinou uma tonelada de palavras "soltas", mas não me ensinou como uni-las em uma frase, nem como conjugar alguns verbos. Se eu for pra França, não vou poder berrar "Une fraise, une fraise, une fraise" pela rua que nem uma louca, né? Ainda tenho que aprender bastante, mas fiquei muito contente com o pouco que eu adquiri. 

Ps: Une fraise: um morango. No francês, morango é um substantivo feminino e se tornou  a palavra que eu mais adoro falar. Iuuuuna frrrrraiiiiiisáááá. 

não tô na França, mas tô em São Paulo, no frio e de boina, o que é quase a mesma coisa

O que eu aprendi?
Muitos substantivos e algumas expressões, por exemplo, aprendi nome de cores, sei contar até vinte, sei nome de algumas frutas e animais, países... E algumas expressões, como "que horas são?", "meu nome é...", "obrigado", "adeus", "olá", "saúde" (quando alguém espirra), etc. Pra quem só sabia falar bonjour, sinto que aprendi muita coisa. 

Vocês querem um vídeo pra me ouvir falando essas belezuras?


O que eu não aprendi?
Não coloque um francês na minha frente porque o máximo que vou falar é "bonjour, je m'appelle Manie" hahahaha. Pra eu conseguir manter uma conversação eu teria que, provavelmente, continuar no Livemocha até o fim do curso OU fazer aula de francês num curso presencial, voltado pro desenvolvimento da pronúncia. 

Pra quem procura um curso presencial com o objetivo de falar bem o idioma, eu sugiro a Wizard, que foi onde eu fiz alguns anos de inglês. Hoje consigo me comunicar bem nesse idioma, porque eles prezam bastante pela conversação. Acho que com o francês, lá não seria diferente.


****

Já que não tô mais estudando francês, dou meus jeitos pra me aproximar desse idioma maravilhoso. Separei 5 músicas muito legais pra cêis ouvirem (tô viciada em todas). A maioria delas eu conheci vendo "Lugar Incomum", no Multishow", com a Didi Wagner, conhecem? Ela foi pra Paris (aaaaaaa) e quando tocava alguma música, aparecia o nome embaixo. 












Au revoir!


Manie
estudante de jornalismo, escritora por amor e professora nas horas vagas. 22 anos, moro em Floripa com meu companheiro e tomo cerca de 5 doses de café diárias. amo cheiro de livro velho e sou gamada numa biblioteca. adoro vinho barato, noites frias - dessas que sai fumacinha da boca. sou rolezera, mas também gosto de ficar em casa de buenas fazendo sopa.

talvez você também goste:

12 comentário (s)