Liste de voeux

30/05/2014

Cara, vou confessar uma coisa: eu me sinto retardada falando "wishlist", como os blogueiros fazem. Eu mesma fiz isso no ano passado e fiquei meio em crise, sabe, então hoje resolvi falar em francês pra ficar mais bonitinho. Repitam comigo: "líste devú". 

Liste de voeux = lista de desejos

Faço vintch anos mês que vem e todo ano sempre ouço a mesma coisa:

- MANIE, é muito difícil comprar presente pra você!
- mas por quê, senhorrr??
- sei lá, você é diferente.

~COMO EU ME SINTO QUANDO FALAM QUE EU SOU DIFERENTE~

Quando 2014 chegou, uma das metas era ser menos modesta, tipo, ser sincera mesmo. E o fato é que SIM, EU ADORO GANHAR PRESENTES NO MEU ANIVERSÁRIO, desculpa sociedade. Isso não significa que eu vou ficar puta se você não me der nada. Por isso, esse não é um post de "me dê presentes", mas sim uma ajuda pra quem quer me presentear e não faz ideia do que me dar. 

Defendo a ideia de que presente legal é aquele presente que surpreende a gente. Se você chegar com uma folha seca, dessas de outono, e falar que lembrou de mim quando viu, eu vou ficar emocionada e te abraçar. Eu gosto das coisas simples, gente. Não ligo pra coisa cara não (só minha passagem pra Paris, claro... meus amigos estão abertos a negociações, entre em contato com eles). 


1) LIVROS

Todos sabem que eu amo/sou livros, então fico feliz com qualquer coisa que tenha capa e páginas. Sou gamada em livro de sebo, aqueles beeeem detonados, mas tanto faz se é novo ou velho. Vou deixar alguns que eu tô doida pra ler e por motivos de não tenho dinheiro, não pude obter, até porque, um livro para uma adolescente de 20 anos é mais de 300 reais (cliquem nessa frase, por favor). 

- A emparedada da rua nova (Carneiro Vilela);
- Eleanor & Park (Rainbow Rowell);
- Lolla e o garoto da casa ao lado (Stephanie Perkins);
- As vantagens de ser invisível (Stephen Chbosky);
- A laranja mecânica (Anthony Burgess);
- 1984 (George Orwell);
- Cidades de papel (John Green);
- O apanhador no campo do centeio (J. D. Salinger);
- Admirável mundo novo (Aldous Huxley);
- FIM (Fernanda Torres);
- O verão que mudou a minha vida (Jenny Han);
- Desventuras em série 4 - serraria baixo-astral (Lemony Snicket);
- A estrela que nunca vai se apagar (Esther Earl).


Amo livro de receita/arte/fotografia/poemas/qualquer coisa; desde que seja livro, tô amando. Inclusive, se quiser escrever uma autobiografia, publicar e me dar de presente também vou curtir. 


2) CAMISETAS LEGAIS

Eu adoro camiseta diferente, daquelas com mensagem engraçada, ou de banda. Quem quiser revelar a própria foto nela e me dar, também aceito. Uso P, mas pode ser M. E pode ser G também ou GG se a blusa for muito legal, porque eu uso. Resumindo, tanto faz o tamanho. 


3) FILMES GRAVADOS CLANDESTINAMENTE

Ano passado, meu amigo Vine me deu um dos meus filmes favoritos (O fabuloso destino de Amélie Poulain) gravado clandestinamente e eu amei essa ideia, gente, sério. Quem quiser gravar filmes pra mim, por favor, sintam-se a vontssssss, que eu me jogo nesse sofá daqui de casa numa tarde nublada e mergulho na televisão.


4) ACESSÓRIOS HIPPIE

Olhou, viu que é Woodstock, me dá! Eu amo essas paradinhas de palha, feita na mão, com miçanga extraída da natureza hahahaha essas coisas são demais. Pulseira, brinco, amuletos, e outras coisas hippies eu tô aceitando, porque amo essa vibe. Eu tô louca por um alargador (8mm) de madeira, daqueles indígenas, sabe?


5) DESENHOS/CARTAS

Eu sou uma acumuladora enlouquecida de cartas e desenhos,  e eu tenho um monte de amigo artista, então se quiserem me desenhar como uma de suas francesas, fiquem a vontsss também.


6) DINHEIRO PRA TATUAGEM

Esse é pra minha mãe ver hahahahahaha


7) FÔRMA DE CORAÇÃO

Muitos sabem que eu sou a louca dos bolos, então ia gostar de ter uma fôrma de coração.


Espero ter ajudado a galera que tava entrando em crise com esse assunto. Quem não me der presente, me dá um abraço que tá tudo certo (E TÁ MESMO porque eu amo abraços). 

Manie
Estudante de jornalismo, escritora por amor e professora nas horas vagas. Tenho 22 anos, moro em Floripa com meu companheiro e tento ver graça nas coisas simples do dia-a-dia.

Você poderá gostar também:

20 comentário (s)