Oxirredução: VENHA, que eu quero lhe usar

8 de julho de 2014

São 4:26 da manhã e há pouco tempo eu estava lutando contra uma matéria de química. Andava muito tranquila estudando, mas dessa vez fiquei louca, gente. Eu não tava entendendo caralhada nenhuma de "balanceamento de equações de oxirredução", mas depois de passar algum tempo nas tentativas, CONSEGUI! Sério tô desde o segundo ano do ensino médio (e isso foi em 2010, honeys) tentando entender esses cacete de oxirredução e hoje, eu finalmente, entendi! Me vinguei de todas as provas de recuperação de química que fiz na escola. SAMBEI nos 4,5 que eu tirei naquela época. Lacrei o mundo, zerei a vida. 

Pe-dri-nha tá aí pra eu registrar minutos depois de como eu fiquei ao entender a matéria. São fotos de primeiríssima qualidade assim como minha maquiagem e look e cabelo, em cada uma delas. 

não apareceu, mas chorei uma lágrima de sangue

meio em pânico

imitando a sittin

rindo da foto anterior

de buenas com o livro de química ao fundo

dançando uma dança um tanto quanto normal pra idade 

parece que eu travei e fiquei rindo

MEU AMOR TE AMO LIVRO LINDO 

EU QUE FIZ

E PRA FINALIZAR, a minha música do momento:



Manie
estudante de jornalismo, escritora por amor e professora nas horas vagas. 22 anos, moro em Floripa com meu companheiro e tomo cerca de 5 doses de café diárias. amo cheiro de livro velho e sou gamada numa biblioteca. adoro vinho barato, noites frias - dessas que sai fumacinha da boca. sou rolezera, mas também gosto de ficar em casa de buenas fazendo sopa.

talvez você também goste:

18 comentário (s)