Hoje vou pra Florianópolis

09/02/2015

DAS METAS DE 2014:
Passar no vestibular

É com muita alegria que venho aqui no Pe-dri-nha confirmar minha entrada na Universidade Federal de Santa Catarina. De uns dias pra cá, venho recebendo mensagens muito queridas de todo mundo que acompanhou minha jornada ano passado, estudando pro vestibular. Alguns me disseram que passaram nas faculdades que queriam com a ajuda dos meus vídeos no Diário de Estudante e outros, que conheceram a tag esse ano, já comentaram que estão se sentindo muito inspirados a estudarem sozinhos. 

Passar no vestibular não é uma obrigação. Cursar uma universidade não deveria ser visto como um dever vital, como muitos tratam. É triste ver gente indo pra faculdade porque "tem que ir", sem sentir um mínimo prazer em estudar lá (e pior, muitas vezes pagam pra isso). Estou entrando na universidade porque quero estudar, viver uma experiência nova, conhecer pessoas, lugares, sabores, sensações novas... me virar sozinha, longe de casa, passar por perrengues e momentos incríveis. É por isso que prestei Jornalismo na UFSC. O que vai acontecer quando eu me formar está nas mãos do futuro. 

Ano passado, quando me dediquei aos estudos pré-vestibulares, não gastei um centavo com mensalidade em cursinho. Acredito fielmente que não é necessário investir grana para estudar pra essas provas e compensa muito mais guardar dinheiro pra usar durante a faculdade, principalmente se você pretende sair de casa. 

Tem gente que diz que não tem disciplina, que "não nasceu pra estudar sozinho", mas garanto a vocês que dá certo. Se você tem um foco e mantem a inspiração acesa pra alcançar esse sonho, vai conseguir, não importa quanto tempo leve. Caso isso não ocorra contigo, talvez seja porque ainda não decidiu o que cursar OU, se decidiu, nunca realmente esteve na universidade. Eu tinha vontade de estudar na UFSC, mas quando fui lá conhecer, me apaixonei de verdade.

Não ligue pro que os outros vão dizer. Muitos vão achar sem noção você querer estudar pro vestibular, ainda mais se você já não tem 16 anos, mas ignore. Ouça apenas os comentários que te ajudarem a alcançar seu objetivo, porque a vida é sua e você tá sozinho nessa, apesar de todas as pessoas que fazem parte dela. Na hora de dormir, é a sua cabeça que você põe no travesseiro. Você está vivo, não está? Faça valer a pena. Permita-se.



Manie
Estudante de jornalismo, escritora por amor e professora nas horas vagas. Tenho 22 anos, moro em Floripa com meu companheiro e tento ver graça nas coisas simples do dia-a-dia.

Você poderá gostar também:

12 comentário (s)