Um filme para...

16/04/2015

SOFRÊ DE AMOR: O Grande Gatsby    
EUA, Austrália | 2013 | TRAILER

Baseado no romance de F. Scott Fitzgerald, O Grande Gatsby foi desfilando no salto 15 pras telas do cinema. Sua trilha sonora, figurino e fotografia, pra mim, estão entre as melhores de toda a história da 7ª arte. 

O filme conta a história de Jay Gatsby (Leonardo DiCaprio), narrada pelo seu vizinho Nick Carraway (Homem Aranha, digo, Tobey Maguire). Através do olhar deste, vamos conhecendo a vida do milionário Gatsby e, aos poucos, nos surpreendendo com o que nos é mostrado. 

Por trás de uma mansão exuberante, jóias, champagne caro e muito dinheiro, há uma história de amor que faz a gente sofrê muito e ficar indignado, sem ar, querendo morrê. 

Ah, o elenco conta com a maravilhosa Carey Mulligan, que interpreta a personagem Daisy Buchanan. 
       
Observação: o livro também é incrível e eu sugiro a leitura pra quem se interessar pelo filme ou pelo trailer. Quando eu li a história, foi em um livro emprestado, mas assim que conseguir um exemplar em algum sebo, prometo fotografar o livro e resenhá-lo aqui pro blog.


CHORAR LARGADO: Não Me Abandone Jamais
EUA, Reino Unido | 2011 | TRAILER
Duas coisas em comum entre esse filme e o anterior: os dois foram baseados em livros e os dois tem Carey Mulligan (corações eternos pra ela).

Inspirado na obra de Kazuo Ishiguro, o filme conta a trajetória de Kathy, Ruth e Tommy, amigos que cresceram juntos no orfanato Hailsham.  

Entre um pequeno triângulo amoroso e várias emoções, os três descobrem que terão que enfrentar um destino muito cruel em breve, premeditado desde o dia de seus nascimentos. 

O que me chamou a atenção ao ver o trailer foi principalmente a música do Muse, mas depois que assisti ao filme, esqueci da banda, da música, de tudo... Apenas chorei largada e fiquei angustiada por muitos dias.

Fiz resenha do livro aqui e do filme aqui, caso se interessem.


RIR MUITO: Os Normais
BRASIL | 2003 | TRAILER
Durante toda a minha vida, procurei algum filme que me fizesse rir tanto quanto Os Normais e não achei. Talvez Os Normais 2, mas ainda sim prefiro o primeiro.

Fernanda Torres é a minha atriz favorita. Já vi alguns dramas com ela, como Com licença, vou à luta e O que é isso, companheiro?, mas nada se compara ao jeito como ela faz comédia. Luiz Fernando Guimarães também não fica atrás. 

Vani vai se casar com Sérgio no mesmo dia em que Rui vai se casar com Martha, na mesma igreja, em horários diferentes. A trama começa quando Vani pede a Rui um punhado de arroz para os convidados jogarem nos noivos. 

Pra quem acompanhava o seriado na TV, o humor segue o mesmo estilo, fazendo a gente descobrir como o Rui e a Vani se conheceram e deram início às suas aventuras juntos. 



QUERER FAZER AMIGOS: As Vantagens De Ser Invisível
EUA | 2013 | TRAILER
Filme baseado no livro de Stephen Chbosky, que ficou bem famoso com a atuação de Logan Lerman, Emma Watson e Ezra Miller. Recomendo a leitura pra quem tá querendo relaxar e se inspirar um pouquinho. 

Charlie vai pra uma nova escola desanimado, porque sabe que não vai conseguir fazer nenhuma amizade devido a sua timidez. Até então, seu único amigo é seu professor de inglês, fato esse que o deixa desesperançoso em relação a ter uma vida social.

Até que, numa partida de futebol escolar, ele conhece Patrick, um garoto bem extrovertido e legal, que lhe apresenta sua irmã, Sam. Juntos, o três passam a viver momentos incríveis, reforçando a cada dia a amizade que os une. 

''Nós aceitamos o amor que achamos que merecemos.''

Nesse filme, a gente percebe que não somos os únicos perdidos no mundo. Até a pessoa mais extrovertida possui suas inseguranças e seus medos, o que faz com que paremos de pensar que gente alegre/famosa/sorridente não sofre. Isso me lembra esse vídeo da Jout Jout.

Fiz resenha do livro e do filme nesse post


TER UM CHOQUE DE REALIDADE: Brilho Eterno De Uma Mente Sem Lembranças
EUA | 2004 | TRAILER 
A primeira vez que vi esse filme me deixou muito decepcionada, porque me incomodei com as cenas, constituídas por muito flashback e pouca linearidade. 

Porém, num determinado momento da minha vida, percebi que a história era muito fantástica e "identificável" para que eu a desmerecesse pelas cenas. 

Joel e Clementine fazem de tudo pro seu relacionamento dar certo, mas como isso não acontece, a moça se submete a um tratamento científico que apaga todas as memórias que ela tinha com seu ex-namorado. O cara fica puto e resolve fazer a mesma coisa, só que no meio do processo, acontecem algumas coisinhas (insira música de suspense aqui).

''Felizes são os esquecidos, pois eles tiram o melhor proveito dos seus equívocos.''

Brilho Eterno mostra pra gente que a vida não é linear e que nem sempre o que a gente planeja dá certo. E isso não significa que todas as nossas lembranças não valeram a pena só porque no final não atingimos o que gostaríamos. 

Pra quem tá acostumado a ver o Jim Carrey fazendo comédia, vale a pena vê-lo encenando algo mais voltado pro romance/drama. Ah, a Clementine, protagonizada pela maravilhosa Kate Winslet, é uma das minhas personagens favoritas do cinema porque eu me vejo muito nela.

Escrevi resenha pra esse filme aqui no blog, mas foi baseada na primeira vez que eu o vi, então não diz mais sobre minha opinião a respeito dele.


CHORAR SOZINHO: Onde Vivem Os Monstros
EUA | 2009 | TRAILER
Eu tinha combinado de assistir a esse filme no cinema, com alguns amigos, mas eles não apareceram. Acabei entrando na sala sozinha e vivi uma das cenas mais deprimentes da minha vida: chorando sozinha no cinema, com mais 2 ou 3 pessoas em poltronas afastadas. 

A história é baseada no livro com o mesmo título, escrito em 1963, por Maurice Sendak. Apesar de ser um clássico da literatura infantil, não é tão inocente como aparenta. É como O Pequeno Príncipe, que acompanha a gente em vários momentos da vida, tendo várias interpretações diferentes no decorrer dos anos.

Trata-se de uma viagem feita por um garotinho que simboliza cada um de nós, quando resolvemos enfrentar nossos medos, sair da zona de conforto, dar a cara à tapa na vida. 

Apesar de ser parado, é muito emocionante, especialmente no final.   

Escrevi resenha pra ele aqui.


ESTUDAR HISTÓRIA E SE INSPIRAR: Os Miseráveis
Reino Unido | 2012 | TRAILER
Baseado na obra de Victor Hugo, o filme já teve outra versão, em 1998, mas em 2012 ganhou vida na atuação de atores como Anne Hathaway, Hugh Jackman, Amanda Seyfried e Russell Crowe. 

Muitos falam que o contexto é a famosa Revolução Francesa (1789), o que é um engano. Na verdade, o pano de fundo social são as Revoluções de 1830, na França. Esse período ficou marcado pela luta da burguesia para tirar o rei Carlos X do poder, pois este pregava o absolutismo, bem como privilégios à nobreza (o que seria um retrocesso depois de tanto sangue derramado no século anterior). 

No geral, é uma história de revolução, na qual participam jovens, adultos, crianças, das mais variadas classes sociais, tentando ter uma vida digna frente às mudanças no país. Diante de uma sociedade desigual, onde muitos morriam de fome, Victor Hugo conseguiu unir todos em uma só luta: a luta pela liberdade. 

Várias histórias são narradas a partir desse contexto, mas a trama que une todas elas é a vida de Jean Valjean, homem que é preso por 19 anos depois de ter roubado um pão para alimentar sua irmã e seus sete sobrinhos. Mesmo depois de ser solto, ele continua sendo perseguido pelo inspetor Javert, o vilão da história. 

Seu destino se cruza ao de Fantine, moça que trabalhava numa fábrica e passa por problemas os quais Jean Valjean tentará solucionar. A partir desse encontro, outras histórias vão se entrelaçando o filme vai ganhando cada vez mais emoção, com as histórias de amor e desilusão que aparecem na trama.

Antes que eu me empolgue e escreva uma monografia sobre Os Miseráveis, peço que vejam o trailer e permitam-se sentir o que ele transmite através das imagens e da trilha sonora.  EU AMO ESSE TRAILER


*****

Achei interessante trazer aqui várias sugestões de filmes de uma vez, cada uma para um momento determinado. Pretendo fazer mais posts assim, pra direcionar vocês de uma maneira melhor, dando uma visão mais específica sobre o que se tratam as obras.

Quais outros filmes vocês colocariam nessas categorias?

Manie
Estudante de jornalismo, escritora por amor e professora nas horas vagas. Tenho 22 anos, moro em Floripa com meu companheiro e tento ver graça nas coisas simples do dia-a-dia.

Você poderá gostar também:

16 comentário (s)