Um filme para...

16/04/2015

SOFRÊ DE AMOR: O Grande Gatsby    
EUA, Austrália | 2013 | TRAILER

Baseado no romance de F. Scott Fitzgerald, O Grande Gatsby foi desfilando no salto 15 pras telas do cinema. Sua trilha sonora, figurino e fotografia, pra mim, estão entre as melhores de toda a história da 7ª arte. 

O filme conta a história de Jay Gatsby (Leonardo DiCaprio), narrada pelo seu vizinho Nick Carraway (Homem Aranha, digo, Tobey Maguire). Através do olhar deste, vamos conhecendo a vida do milionário Gatsby e, aos poucos, nos surpreendendo com o que nos é mostrado. 

Por trás de uma mansão exuberante, jóias, champagne caro e muito dinheiro, há uma história de amor que faz a gente sofrê muito e ficar indignado, sem ar, querendo morrê. 

Ah, o elenco conta com a maravilhosa Carey Mulligan, que interpreta a personagem Daisy Buchanan. 
       
Observação: o livro também é incrível e eu sugiro a leitura pra quem se interessar pelo filme ou pelo trailer. Quando eu li a história, foi em um livro emprestado, mas assim que conseguir um exemplar em algum sebo, prometo fotografar o livro e resenhá-lo aqui pro blog.


CHORAR LARGADO: Não Me Abandone Jamais
EUA, Reino Unido | 2011 | TRAILER
Duas coisas em comum entre esse filme e o anterior: os dois foram baseados em livros e os dois tem Carey Mulligan (corações eternos pra ela).

Inspirado na obra de Kazuo Ishiguro, o filme conta a trajetória de Kathy, Ruth e Tommy, amigos que cresceram juntos no orfanato Hailsham.  

Entre um pequeno triângulo amoroso e várias emoções, os três descobrem que terão que enfrentar um destino muito cruel em breve, premeditado desde o dia de seus nascimentos. 

O que me chamou a atenção ao ver o trailer foi principalmente a música do Muse, mas depois que assisti ao filme, esqueci da banda, da música, de tudo... Apenas chorei largada e fiquei angustiada por muitos dias.

Fiz resenha do livro aqui e do filme aqui, caso se interessem.


RIR MUITO: Os Normais
BRASIL | 2003 | TRAILER
Durante toda a minha vida, procurei algum filme que me fizesse rir tanto quanto Os Normais e não achei. Talvez Os Normais 2, mas ainda sim prefiro o primeiro.

Fernanda Torres é a minha atriz favorita. Já vi alguns dramas com ela, como Com licença, vou à luta e O que é isso, companheiro?, mas nada se compara ao jeito como ela faz comédia. Luiz Fernando Guimarães também não fica atrás. 

Vani vai se casar com Sérgio no mesmo dia em que Rui vai se casar com Martha, na mesma igreja, em horários diferentes. A trama começa quando Vani pede a Rui um punhado de arroz para os convidados jogarem nos noivos. 

Pra quem acompanhava o seriado na TV, o humor segue o mesmo estilo, fazendo a gente descobrir como o Rui e a Vani se conheceram e deram início às suas aventuras juntos. 



QUERER FAZER AMIGOS: As Vantagens De Ser Invisível
EUA | 2013 | TRAILER
Filme baseado no livro de Stephen Chbosky, que ficou bem famoso com a atuação de Logan Lerman, Emma Watson e Ezra Miller. Recomendo a leitura pra quem tá querendo relaxar e se inspirar um pouquinho. 

Charlie vai pra uma nova escola desanimado, porque sabe que não vai conseguir fazer nenhuma amizade devido a sua timidez. Até então, seu único amigo é seu professor de inglês, fato esse que o deixa desesperançoso em relação a ter uma vida social.

Até que, numa partida de futebol escolar, ele conhece Patrick, um garoto bem extrovertido e legal, que lhe apresenta sua irmã, Sam. Juntos, o três passam a viver momentos incríveis, reforçando a cada dia a amizade que os une. 

''Nós aceitamos o amor que achamos que merecemos.''

Nesse filme, a gente percebe que não somos os únicos perdidos no mundo. Até a pessoa mais extrovertida possui suas inseguranças e seus medos, o que faz com que paremos de pensar que gente alegre/famosa/sorridente não sofre. Isso me lembra esse vídeo da Jout Jout.

Fiz resenha do livro e do filme nesse post


TER UM CHOQUE DE REALIDADE: Brilho Eterno De Uma Mente Sem Lembranças
EUA | 2004 | TRAILER 
A primeira vez que vi esse filme me deixou muito decepcionada, porque me incomodei com as cenas, constituídas por muito flashback e pouca linearidade. 

Porém, num determinado momento da minha vida, percebi que a história era muito fantástica e "identificável" para que eu a desmerecesse pelas cenas. 

Joel e Clementine fazem de tudo pro seu relacionamento dar certo, mas como isso não acontece, a moça se submete a um tratamento científico que apaga todas as memórias que ela tinha com seu ex-namorado. O cara fica puto e resolve fazer a mesma coisa, só que no meio do processo, acontecem algumas coisinhas (insira música de suspense aqui).

''Felizes são os esquecidos, pois eles tiram o melhor proveito dos seus equívocos.''

Brilho Eterno mostra pra gente que a vida não é linear e que nem sempre o que a gente planeja dá certo. E isso não significa que todas as nossas lembranças não valeram a pena só porque no final não atingimos o que gostaríamos. 

Pra quem tá acostumado a ver o Jim Carrey fazendo comédia, vale a pena vê-lo encenando algo mais voltado pro romance/drama. Ah, a Clementine, protagonizada pela maravilhosa Kate Winslet, é uma das minhas personagens favoritas do cinema porque eu me vejo muito nela.

Escrevi resenha pra esse filme aqui no blog, mas foi baseada na primeira vez que eu o vi, então não diz mais sobre minha opinião a respeito dele.


CHORAR SOZINHO: Onde Vivem Os Monstros
EUA | 2009 | TRAILER
Eu tinha combinado de assistir a esse filme no cinema, com alguns amigos, mas eles não apareceram. Acabei entrando na sala sozinha e vivi uma das cenas mais deprimentes da minha vida: chorando sozinha no cinema, com mais 2 ou 3 pessoas em poltronas afastadas. 

A história é baseada no livro com o mesmo título, escrito em 1963, por Maurice Sendak. Apesar de ser um clássico da literatura infantil, não é tão inocente como aparenta. É como O Pequeno Príncipe, que acompanha a gente em vários momentos da vida, tendo várias interpretações diferentes no decorrer dos anos.

Trata-se de uma viagem feita por um garotinho que simboliza cada um de nós, quando resolvemos enfrentar nossos medos, sair da zona de conforto, dar a cara à tapa na vida. 

Apesar de ser parado, é muito emocionante, especialmente no final.   

Escrevi resenha pra ele aqui.


ESTUDAR HISTÓRIA E SE INSPIRAR: Os Miseráveis
Reino Unido | 2012 | TRAILER
Baseado na obra de Victor Hugo, o filme já teve outra versão, em 1998, mas em 2012 ganhou vida na atuação de atores como Anne Hathaway, Hugh Jackman, Amanda Seyfried e Russell Crowe. 

Muitos falam que o contexto é a famosa Revolução Francesa (1789), o que é um engano. Na verdade, o pano de fundo social são as Revoluções de 1830, na França. Esse período ficou marcado pela luta da burguesia para tirar o rei Carlos X do poder, pois este pregava o absolutismo, bem como privilégios à nobreza (o que seria um retrocesso depois de tanto sangue derramado no século anterior). 

No geral, é uma história de revolução, na qual participam jovens, adultos, crianças, das mais variadas classes sociais, tentando ter uma vida digna frente às mudanças no país. Diante de uma sociedade desigual, onde muitos morriam de fome, Victor Hugo conseguiu unir todos em uma só luta: a luta pela liberdade. 

Várias histórias são narradas a partir desse contexto, mas a trama que une todas elas é a vida de Jean Valjean, homem que é preso por 19 anos depois de ter roubado um pão para alimentar sua irmã e seus sete sobrinhos. Mesmo depois de ser solto, ele continua sendo perseguido pelo inspetor Javert, o vilão da história. 

Seu destino se cruza ao de Fantine, moça que trabalhava numa fábrica e passa por problemas os quais Jean Valjean tentará solucionar. A partir desse encontro, outras histórias vão se entrelaçando o filme vai ganhando cada vez mais emoção, com as histórias de amor e desilusão que aparecem na trama.

Antes que eu me empolgue e escreva uma monografia sobre Os Miseráveis, peço que vejam o trailer e permitam-se sentir o que ele transmite através das imagens e da trilha sonora.  EU AMO ESSE TRAILER


*****

Achei interessante trazer aqui várias sugestões de filmes de uma vez, cada uma para um momento determinado. Pretendo fazer mais posts assim, pra direcionar vocês de uma maneira melhor, dando uma visão mais específica sobre o que se tratam as obras.

Quais outros filmes vocês colocariam nessas categorias?

Você poderá gostar também:

16 comentário (s)

  1. Gente, Não Me Abandone Jamais.
    Que. Filme. Maravilhoso. De verdade. Morro de amores por ele e, sim, choro largada (e cantando Never Let Me Go também), principalmente na última cena, quando ela diz que talvez nenhum de nós sinta que viveu de fato, ou que teve tempo o suficiente. MEU. DEUS. Me acabo de chorar. Acho tudo nesse filme bem feito.
    E, por favor, Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças. Juro, não dava um fio de cabelo pelo Jim num filme de drama, mas esse moço me surpreendeu em TODOS os níveis, e me encontro completa e eternamente apaixonada por essa história. É um dos filmes mais destruidores e lindos que eu já vi, e por mim podia estar em tantas dessas categorias que eu nem sei. Amo muito, vejo sempre, choro todas as vezes.
    Os Normais é filme clássico, né, gente. Via sempre que a Globo passava e não canso de rir, acho engraçadíssimo sempre. Inclusive apoio um remake da série, com os mesmos atores, porque acredito que daria muito certo. E As Vantagens de Ser Invisível, que xodó, né? Acho fofíssimo, vejo e fico encantada com a forma honesta como a amizade é retratada. Muitamô. <3
    O Grande Gatsby e Onde Vivem Os Monstros eu nunca vi nem comi, só ouço falar, mas sempre comentários positivos, o que me deixa louca pra conhecer. Esqueço todas as vezes, mas agora anotei aqui na listinha e vou providenciar em breve.
    E Os Miseráveis. Não posso nem começar a falar, se não nunca mais termino, mas esse filme é bom em TANTOS níveis que eu nem sei. Gente, amo/sou, canto muito, choro muito, amo muito, e a única coisa que eu tiraria de tudo é a Amanda Seyfried, porque acho ela muito fraquinha (sério). Fico tão elétrica com filme de revolução que chega a ser ridículo, e nesse, quando todo mundo começa a cantar Red & Black e Do You Hear The People Sing eu já tô montada no sing along, preparadíssima pra arriscar uns agudos. hahahahaha
    Adorei a lista e o post! Beijo grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ADOOOOORO seus comentários ♥♥
      meu, se puder, leia o livro do não me abandone jamais... é de arregaçar o coração!!
      HAHAHA eu canto aquela música 'i dreamed a dream' e me sinto no filme.

      beijos!

      Excluir
  2. Amei a forma como os filmes realmente se encaixaram na "categoria" que você inseriu rs.

    O Grande Gatsby eu comecei a ver o filme, mas não consegui terminar sauhsua. Eu li o livro, curti bastante, e me interessei pelo filme, por motivos de: DiCaprio. Mas não deu mesmo assim...

    Não Me Abandone Jamais é um filme que nem lembrava que já havia visto, mas relembrando aqui, realmente, é daqueles filmes pra ver chorando no cantinho rs.

    As Vantagens de Ser Invisível foi um filme que me surpreendeu positivamente e de fato, você termina de vê-lo com a alma leve querendo se cercar de bons amigos <3.

    Já Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças... Ah esse filme.. Daqueles que vejo e revejo e sempre dá um choque mesmo, tras inquietude pro coração e pra mente como poucos filmes conseguem fazer.

    Beijos e amei os filmes (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que gostou, sarah! às vezes acho cansativo um post só sobre um filme (vou continuar fazendo, mas de vez em quando é bom variar assim)

      obrigada por comentar! beijos

      Excluir
  3. "o grande gasby" e "näo me abandone jamais" eu ainda näo vi, mas já entrarm pra minha lista 'to watch'. (adorei o review e corri pra ver os trailers!)
    e "Brilho Eterno De Uma Mente Sem Lembranças" é um dos meus filmes favoritos no mundo <3 <3 <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. veja @_@
      adorei saber que correu pra ver os trailers! sinal que deu certo o post :3 beijos!!

      Excluir
  4. Mania, sua gênia! Adorei a forma como dispôs o filmes, kkkkkk, arrasou!
    Eu nunca assisti "O Grande Gatsby", porém já estou com uma certa vontade, porque amo filmes que me fazem sofrer, kkkkk; Eu amooo "Os Miseráveis" e também o encaixo nessa categoria de sofrer, porque com as músicas, e as mortes! (ai meu coração! </3)
    Adorei a postagem!

    http://www.acessopermitido.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, elcimar ♥
      vou continuar fazendo posts assim!

      beijos!

      Excluir
  5. baaah que lista linda :o

    devo dizer que apenas Não Me Abandone Jamais eu não vi ainda, mas pela lista, vou assistir assim que possível, muito bom gosto o seu rs Brilho de uma mente... é um dos filmes com trama mais inspiradora e cheia de entrelinhas que eu já vi, e Onde Vivem os Monstros é tão delicado e perfeito <3

    vou dar uma de metido e indicar aqui song of the sea *.* falei rs
    é isso

    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vou procurar song of the sea! obrigada pela visita e pela sugestão!

      Excluir
  6. Vi dois dos filmes da lista: As vantagens e Brilho eterno. Ambos estão na minha lista de filmes favoritos (que já está indo lá pra duzentos itens, porque né? haja filmes incríveis por aí, gente!).

    O resto ainda não vi, mas já marquei no filmow para ver (sou dessas que ainda usa o filmow, acho super prático e não me atrapalho na hora de saber o que já vi ou não).

    O Grande Gatsby ainda não vi por motivos de: medo de me decepcionar. Li o livro, adorei, li-o numa sentada, literalmente numa tarde. Mas... e se não rolar química com o filme? Medo. Se bem que com o Leo fazendo o Gatsby acho meio difícil, risos.

    Beijos! ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahaahaha minha lista também só aumenta, mia!
      também uso o filmow e é muito bom :3

      o livro é lindo e te garanto que o filme também é
      a produção é maravilhosa e não tem como se decepcionar!

      Excluir
  7. As Vantagens de Ser Invisível é tão cute cute de mamãe <3
    Da uma vontadezinha de abraçar o Charlie e não soltar nunca mais!
    Brilho Eterno é a minha sofrência da vida, nem gosto de assisti-lo porque me deixa na bad :(
    Obs: eu fiz a tag das sete coisas asjaisjaijsiajsia to atrasada nos avisos, eu sei, desculpe

    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. charlie ♥♥♥
      brilho eterno tmbm me deixa na bad
      relaxa!! vou ver sua tag :3

      Excluir
  8. As vantagens de ser invisível é um livro tão meigo quanto o livro. Eu acabei lendo no verão do ano passado enquanto fazia minhas viagens de ida e volta para o trabalho e apenas me apaixonei pelo livro. E sim, concordo que ele te mostra o quão vulneráveis somos independente da imagem que tentamos transparecer.

    Um abraço,
    Elder F.
    oepitafio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gostei do filme e do livro também, elder :D
      obrigada pela visita!

      Excluir