Quando o Henrique vem em casa tem bolo

26 de maio de 2015

Se tem alguém que liga pro meu celular, além da minha mãe, é Henrique. É sempre lá prumas 11h da manhã, dizendo: "tô indo almoçar aí... quer que eu leve algo?".


Como pode-se notar na fotografia, ele costuma vir pra cá para 1) dormir. O 2) é comer. Mas eu não me importo, porque as melhores visitas são aquelas que a gente não precisa ficar fazendo sala, sabe? A intimidade é tanta que eu posso ficar de boa vendo vídeos no youtube, que ele vai ficar trabalhando no computador, dormindo, conversando com a minha mãe.

Ontem ele veio e deu vontade de fazer um bolo de chocolate. Vi no blog A Transparent Dream outra receita, mas como notei que ia render bastaaante, preferi fazer uma menor pra não sobrar muito. Aprendi esse sozinha e sempre deu muito certo. Vou compartilhar com vocês a receita:


É MUITO FÁCIL:

1 xíc de leite morno
3 ovos
4 colheres de margarina
2 xíc de açúcar
1 xíc de chocolate em pó
2 xíc de farinha de trigo
1 colher de fermento

(na medida eu usei colheres de sopa)


dica da minha vó: sempre que for usar margarina em bolo, derreta até ela ficar líquida, pra não criar bolinhas.




Pra fazer é simples, como qualquer outro bolo normal:
misture primeiro os ovos com o açúcar e a margarina.
depois, coloque a farinha e o chocolate aos poucos.
por último o fermento.

Depois é só levar ao forno pré-aquecido por uns 40 minutos. Usei a temperatura de 180ºC.




TCHARAMMM... um bolo de chocolate muito macio, com ingredientes que você costuma ter em casa, pronto em poucos minutos.

Pra não ficar tão seco, eu fiz alguns furinhos e molhei com leite+nescau. Coloquei uma calda por cima também, mas ela meio que entrou no bolo e não apareceu. Quem quiser aprender a calda, vi nesse vídeo






Acompanhe a TV Pe-dri-nha, porque toda semana tem vídeo.

Manie
estudante de jornalismo, escritora por amor e professora nas horas vagas. 22 anos, moro em Floripa com meu companheiro e tomo cerca de 5 doses de café diárias. amo cheiro de livro velho e sou gamada numa biblioteca. adoro vinho barato, noites frias - dessas que sai fumacinha da boca. sou rolezera, mas também gosto de ficar em casa de buenas fazendo sopa.

talvez você também goste:

12 comentário (s)