Como ter coragem pra criar um canal

16 de agosto de 2015

Desde que criei a TV Pe-dri-nha, no ano retrasado, venho recebendo mensagens pedindo pra eu dar dicas pra quem também quer criar um canal no Youtube. No meu caso, não tenho muitos inscritos (comparando a outros canais famosos), mas eu me sinto feliz demais com os poucos comentários que recebo e com a participação dos meus poucos seguidores.



1) FAÇA ISSO PORQUE GOSTA
Não crie um canal só porque tá na moda, pensando em ganhar dinheiro e um milhão de seguidores. Keep calm! Crie um canal se 1) você sente que tem algo a dizer e 2) você tem vontade de dizer isso. Pode ser uma indicação de filme, um tema polêmico ou simplesmente responder perguntas (eu adoro responder perguntas, daí as tags que eu vivo respondendo sempre que posso).

Aproveitando a deixa: não implore seguidores! Não é só porque você é amigo de fulano que ela/ele vai estar sempre interessado em assistir aos seus novos vídeos. Indique o seu canal, especialmente na sua timeline e quem realmente se interessar vai te acompanhar.

2) SOBRE O QUE VOU POSTAR?
A dica mais importante de todas é: poste o que você gostaria de assistir. Não adianta falar sobre um tema que você não se interessa só porque, provavelmente, vai te trazer mais visualizações. Foque no que te agrada. Se você é viciado em livros, fale sobre as suas leituras, indique sagas, etc; se você gosta de coisas mais divertidas, chame amigos pra gravar tags engraçadas; se você gosta de debater temas sérios, traga eles pro dia-a-dia dos seus seguidores, proponha um debate.

3) SEJA CRIATIVO
O planeta Terra implora: seja criativo! Isso não significa que você deva trazer pra internet um vídeo completamente original, porque isso é meio impossível em 2015. O que eu quero dizer é pra você procurar ser você mesmo, sem forçar uma imagem que não te pertence só pra ser aceito. Se você não gosta de se maquiar, por exemplo, taca o foda-se pra maquiagem e liga a câmera! Lembre-se: você não é obrigado a nada! 

Talvez você até pegue tags que muita gente já respondeu, mas tente fazer isso da maneira mais autêntica possível. É com o seu jeito e sua personalidade que você vai cativar as pessoas que vão te assistir. E não, você não vai agradar todo mundo, o que é totalmente normal!

4) TENHO VERGONHA DE FALAR COM A CÂMERA/ ME SINTO IDIOTA AO FAZER ISSO
Isso é muito comum no começo, quando você não está acostumado a falar na frente de uma câmera (ou quando deixa o canal desativado por bastante tempo e volta a postar). No começo, seus vídeos não vão ficar uma maravilha (sua mãe vai falar que tá lindo, mas você sabe que podia ter se expressado melhor). Porém, não apague seu vídeo quando você postar. Um canal no youtube é um acervo da sua evolução como "vlogueiro" (e como pessoa também! O canal me ajudou bastante na desenvoltura). Finja que ter um canal é como na vida: às vezes fazemos coisas que nos envergonharemos no futuro, mas não dá pra apagar. 

Eu sei que é bizarro falar com uma câmera, mas lembre-se que aquele youtuber que você adora também faz isso. Todo mundo parece besta falando sozinho, mas não tenha medo de se sentir assim, porque, afinal, ninguém tá te vendo mesmo. Se continuar difícil, finge que tá falando com algum amigo. Lembrem-se sempre do primeiro vídeo da JoutJout:


5) ACEITE CRÍTICAS E IGNORE OS HATERS
Assim como em tudo nessa vida, ter um canal no Youtube vai te expor pra algumas pessoas, mesmo que no começo seja só seus pais, seu melhor amigo e seu cachorro. Eu sou super difícil de lidar com críticas, mas no final acabo refletindo sobre as sugestões e, se achar necessário, procuro melhorar. 

BUT não se esqueça que a internet tá cheia de haters, mais conhecidos como pessoas-sem-louça-pra-lavar, que vão comentar coisas sem noção no seu vídeo e te deixar pra baixo. Não desanime por causa disso! Quer uma dica? Se surgir algum comentário maldoso no seu vídeo, apague e foque nos comentários do bem. O que não te acrescentar nada pra sua vida, você apaga. Sem dó!

6) NÃO SEI SE SOU BOM O SUFICIENTE PRA FALAR SOBRE DETERMINADO ASSUNTO
De repente, num domingo de manhã, tu acorda com uma puta vontade de ensinar a cozinhar cookies de chocolate. Mas tem um problema: você não sabe fazer cookies de chocolate. De duas, uma 1) ou você convida alguém que sabe fazer cookies de chocolate pra participar ou 2) você aprende na hora e se não der certo, fica com um vídeo engraçadinho no seu acervo (provavelmente com um título "tentei cozinhar, mas me lasquei", porque isso chama mais atenção do que um vídeo ensinando a cozinhar, BOTE FÉ). 

Se for um assunto mais polêmico, vale a pena se inteirar o máximo que puder sobre o tema. Pode chamar convidados também. Por exemplo: quero falar sobre feminismo, mas sou homem e não me sinto à vonts pra isso, porém quero ajudar na causa com o meu canal. Chama uma amiga que se considera feminista e façam um bate papo maneiro, descontraído. 

7) NÃO SEI EDITAR SOCORRO ME AJUDA MANIE
Eu comecei a editar meus vídeos com o Windows Movie Maker e, quando estou sem meu atual editor, eu ainda uso esse programa. É bem simples, não tem tanta variedades de edição, mas vai te treinar pro básico de qualquer vídeo: cortar e emendar. Lembre-se: vídeos longos demais, sem edição, cansam. 

Depois de alguns vídeos publicados, meu irmão me apresentou o Vegas Pro, que utilizo até hoje. Tem pra baixar na internet, mas tem que fazer aqueles rolê de crackear (que eu não sei fazer, mas meu irmão fez pra mim). EM CASO DE PÂNICO, procure no google e no youtube dicas do tipo "como instalar o Vegas Pro" ou "como por gliter no fundo do vídeo".

8) É NECESSÁRIO TER EQUIPAMENTOS FODAS?
Se você tiver, ótimo, vai ficar daorinha, mas lembre-se que não é só isso que importa, porque tem uma tonelada de canais com câmeras fodas que fazem mais do mesmo. Eu utilizo uma câmera compacta da Sony, simples. Procuro sempre gravar de dia ou então ficar de frente pro abajur. Outra dica é gravar o áudio com o celular (isso me ajuda porque minha câmera não tem áudio bom).

 9) SOBRE O QUE PODE SER MEU PRIMEIRO VÍDEO?
Dica fatal na vida de um vlogueiro: filme coisas legais do seu mês e quando tiver um conjunto de vídeos bacana, procure uma música daora e coloque no fundo, com as imagens editadas. É simples! Lembre-se que o youtube restringe o uso de músicas (geralmente mais famosas), mas ele dispõe uma biblioteca de áudio muito legal (que inclusive uso sempre). Clique aqui pra acessar!

Quem começou com uma ideia parecida foi essa vlogueira, com o projeto "Document your life". Veja o vídeo a seguir pra ter um exemplo do que eu to falando (obs: não precisa desanimar se não tiver uma câmera legal.... use a criatividade na hora de editar, com uma cor legal. Usar "ruídos" é uma boa!):


Você pode também pode começar respondendo tags. No meu canal eu respondi algumas e é um dos tipos de vídeos que eu mais gosto. Tem tag de tudo nessa vida, gente: de filme, de livro, de seriado, de perguntas pessoais, de faculdade, de profissão, de amigos, etc. 

10) NÃO TENHA MEDO
Sei que é difícil no começo, ainda mais se você é tímido, mas confia em mim: isso vai te ajudar bastante! O mais legal de tudo é que você vai inspirar pessoas que nem sabe de onde vieram, amigos que não imaginava que acompanhavam o seu canal, enfim, inspirar os outros é algo muito valioso nos dias de hoje. 

Não desmereça o seu trabalho, desde a arrumação de um cenário legal até a passagem pro youtube. A gente vive numa época em que tudo o que não tem utilidade direta é considerado desnecessário. Porém, lembre-se que a motivação pra continuar vivendo vem das coisas simples da vida, seja uma música, uma vontade, um sabor, os amigos, aquele filme que você assistiu ontem ou uma leitura nova. Você pode inspirar também, basta dar o primeiro passo.Tudo isso, quando feito de dentro pra fora, vale a pena. Acredite!

| pra quem ainda não acompanha a TV Pe-dri-nha, segue o link do canal: TV Pe-dri-nha |

Manie
estudante de jornalismo, escritora por amor e professora nas horas vagas. 22 anos, moro em Floripa com meu companheiro e tomo cerca de 5 doses de café diárias. amo cheiro de livro velho e sou gamada numa biblioteca. adoro vinho barato, noites frias - dessas que sai fumacinha da boca. sou rolezera, mas também gosto de ficar em casa de buenas fazendo sopa.

talvez você também goste:

10 comentário (s)